ANÁLISE ESTATÍSTICA DA FINAL DA TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA DE 2005

Por Fabio Aires da Cunha

.

SÃO PAULO F. C.   4 X 0   C. ATLÉTICO PARANAENSE

.

Ficha Técnica:

Data: 14/07/2005

Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi) – São Paulo, SP

Árbitro: Horacio Elizondo (Argentina)

Público: 71.986 espectadores

Renda: R$ 3.026.395,00

Gols: Amoroso (16’/1o); Fabão (7’/2o), Luizão (25’/2o) e Diego Tardelli (44’/2o)

* Fabrício (Atlético) perdeu um pênalti aos 44’ do 1o tempo

.

Escalação:

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Alex; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior (Fábio Santos 40’/2o); Amoroso (Diego Tardelli 33’/2o) e Luizão (Souza 27’/2o).

Técnico: Paulo Autuori

ATLÉTICO PARANAENSE

Diego; Jancarlos, Danilo, Durval e Marcão (Rodrigo 15’/2o); Cocito, André Rocha (Alan Bahia 37’/2o), Fabrício e Evandro; Lima (Fernandinho 15’/2o) e Aloísio.

Técnico: Antônio Lopes

.

Campanha do campeão

Jogos

Vitórias Empates Derrotas Gols pró Gols contra
14 9 3 1 34

14

                                                                        SÃO PAULO                               ATLÉTICO PARANAENSE

 

1º Tempo

2º Tempo Total 1º Tempo 2º Tempo Total
Gols

1

3

4

0

0

0

Bolas roubadas

9

7

16

3

0

3

Cruzamentos

5

3

8

10

5

15

Escanteios

0

2

2

2

2

4

Faltas cometidas

13 10 23 23 9 32
Finalizações certas

6

4

10

0

1

1

Finalizações erradas

6 3 9 2 9

11

Impedimentos

0 1 1 0 0

0

Jogadas de linha de fundo

2

1

3

0

0

0

Passes errados

14 7 21 11 15 26
Cartões amarelos

1

2 3 2 1

3

Cartões vermelhos

0 0 0 0 0

0

.

Conclusões:

  • Destaca-se o número de bolas roubadas efetuadas pela equipe do São Paulo (16) em comparação ao número efetuado pela equipe do Atlético (3).
  • O número de finalizações, principalmente as finalizações certas, também mostra a superioridade da equipe vencedora. São Paulo (10) X Atlético (1).
  • O Atlético insistiu nos cruzamentos para a área, uma tática que não surtiu resultado, principalmente porque foram realizados, em sua maioria, da intermediária e não da linha de fundo.

.

.

2005

Os comentários estão encerrados.