15/05/2010 – Futebol de MT terá grande chance com Copa, diz secretário

Cuiabá, SP (15/05/2010)

.

A conquista da sede da Copa do Mundo de 2014 por Cuiabá trouxe uma forte expectativa de transformação para vários segmentos, inclusive para o futebol mato-grossense. Chegou o momento de olhar o futebol com mais seriedade e passar a encará-lo de forma profissional. A declaração foi dada pelo secretário de Estado de Esportes e Lazer, Laércio de Arruda na abertura dos trabalhos do Fórum Estadual do Futebol (foto ao lado), na manhã desta sexta-feira, no ICE (Instituto Cuiabano de Educação).

“É importante começarmos a pensar diferente a partir de agora e tratar o futebol como um instrumento de grande importância pelo seu poder de centralizar as atenções e provocar o envolvimento geral. Estamos passando por um momento ímpar com o advento da Copa do Mundo e temos que aproveitar esse acontecimento para trabalhar o fortalecimento do nosso futebol. Esta é uma oportunidade que não pode ser desperdiçada”, analisa Laércio de Arruda.

Conforme o secretário, “não se faz futebol sem planejamento e sem conhecimento. Em 2014, o Brasil receberá o Campeonato Mundial das Forças Armadas pela primeira vez e em 2016, teremos as Olimpíadas no Rio de Janeiro. Tudo isso nos traz o alento de mudanças positivas. Com a Copa entraremos no foco das atenções. Cada setor deve abraçar suas causas. Para começar, vejo a necessidade de se combater a violência nos campos de futebol”.

Laércio de Arruda sugere que dirigentes regionais vejam o futebol com mais seriedade: “Hoje é necessário encarar o futebol com profissionalismo. Por isso, defendo que haja um projeto de capacitação. Hoje estamos enfrentando falta de estrutura em nossos clubes. Para se ter uma ideia, um balanço sobre o que aconteceu nos últimos 25 anos, apontou que os maiores patrocinadores do mundo estão dentro do futebol. Por isso, ele tem que ser levado a sério”.

O secretário defendeu que as pessoas estudem mais o futebol e conheça a sua essência. “Também é muito importante que os veículos de comunicação participem mais deste processo. Defendo que os profissionais da comunicação, como narradores, comentaristas e repórteres de pista saibam mais sobre métodos de treinamento tático, físico e psicológico de cada treinador. É muito importante que tenhamos profissionais bem preparados e esclareçam bem os fatos ao público”.

Laércio deu um exemplo: “Quando um repórter anunciar que Bife não vai jogar, ele deve esclarecer os motivos. Bife não vai jogar porque não está em condições físicas, mas pode entrar no segundo tempo. Dessa forma, o torcedor é melhor noticiado e não cria antipatia com o treinador por entender que o comandante o preteriu sem motivos”.

Fórum – Aberto na manhã desta sexta-feira (14.05) no ICE, o Fórum, prosseguirá neste sábado a partir das 8 horas com sua segunda e última etapa. Coordenado por Admir Neves Moreira, em parceria com a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), o evento tem como palestrante o professor Fabio Cunha, que aborda, entre outros temas, a estrutura organizacional de categorias de base.

Outro palestrante do fórum é o professor Admir Neves Moreira (ouvidor da FMF) que versará sobre manobras táticas ofensivas e defensivas. Também falarão o ex-técnico do Mixto, Arildo Berdun, sobre técnicas e táticas, o professor Júlio César de Oliveira, o “Fumanchu”, preparador físico que abordará a metodologia da preparação física, o Dr. Hélio Marcelo (UFMT) que vai tematizar “morte súbita” e a Drª Cristiane Farias que ministrará palestra “nutrição esportiva”. O evento reúne professores e pessoas ligadas ao esporte da capital e do interior.

.

.

Fonte:

Copa no Pantanal: http://www.copanopantanal.com.br/?p=noticia&id_noticia=3383

 .

.

.

Os comentários estão encerrados.